domingo, 12 de outubro de 2008

Iremos juntos sozinhos pela areia

Foto de Luís Faria

Iremos juntos sozinhos pela areia
Embalados no dia
Colhendo as algas roxas e os corais
Que na praia deixou a maré cheia.

As palavras que disseres e eu disser
Serão somente as palavras que há nas coisas
Virás comigo desumanamente
Como vêm as ondas com o vento.

O belo dia liso como o linho
Interminável será sem um defeito
Cheio de imagens e conhecimento.

Sophia de Mello Breyner Andersen

1 comentário:

  1. Mais uma bela escolha de um grande nome das letras...

    Ler e reler

    Bj
    Luis

    ResponderEliminar

Por falta de tempo nem sempre poderei retribuir a sua visita ao meu espaço, mas agradeço-a desde já.